Teste vocacional: qual curso de graduação devo escolher?

Teste vocacional: qual curso de graduação devo escolher?

13/03/2019 Off Por admin

Escolher a profissão que você vai seguir é um dos maiores desafios que você poderá enfrentar na sua vida adulta. Essa decisão possivelmente irá definir os próximos anos da sua vida como estudante – no caso de você não mudar de curso uma ou mais vezes – e influenciar de forma relevante a sua carreira. Como existem muitos fatores em jogo, sabemos como é difícil fazer essa escolha.

Atualmente, com a disseminação do ensino superior no Brasil, você tem muitas opções. Não é difícil ficar perdido, tanto por causa da pressão de escolher um curso na faculdade quanto por não saber qual área você realmente quer seguir. “E se eu escolher errado?” é a frase que permeia a cabeça de muitas pessoas. Para auxiliá-lo nessa etapa tão importante, existem testes que ajudam a direcionar a sua atenção para as áreas com as quais você tem maior afinidade. Saiba, a seguir, um pouco mais sobre os testes vocacionais.

Mas, afinal, o que é e como funciona um teste vocacional?

O termo teste vocacional tem se tornado cada vez mais comum entre os candidatos a uma graduação. Esse tipo de teste funciona, basicamente, como uma ferramenta que ajuda o estudante na escolha do seu curso de ensino superior. No teste vocacional são verificados quais os seus interesses e a sua personalidade. Além disso, são avaliadas e cruzadas também as habilidades que combinam com determinada área.

Normalmente os testes vocacionais são feitos por adolescentes que estão justamente passando por essa fase de escolha de profissão. De acordo com uma pesquisa realizada em 2018 por Alcemir de Jesus Vieira e Francisco Alcicley Vasconcelos de Andrade, da Universidade Federal do Amazonas, o teste vocacional se mostra muito relevante para adolescentes que estão com incertezas quanto a uma profissão. Isso porque esses testes apresentam inúmeras técnicas e instrumentos para dar um norte e tirar dúvidas que possam surgir nesse processo de escolha de um curso na universidade.

Ainda segundo os pesquisadores, é preciso que o estudante desenvolva autoconhecimento para, aí sim, identificar qual é o seu perfil. Dessa forma, o teste vocacional tem se mostrado como uma ferramenta muito útil para a tomada de decisão.

Se você está nessa busca pelo curso de graduação que faz mais sentido para você, conheça agora seis cursos que sempre estão entre os mais procurados e que podem se encaixar com o seu perfil.

Em busca de um diploma universitário: como é o curso de Administração?

Administração é um dos cursos mais procurados, não importa sobre qual época estamos falando. Essa formação normalmente tem turmas lotadas. Quem se forma nessa área, o administrador, é responsável por cuidar dos recursos financeiros, materiais e humanos de uma determinada empresa ou organização.

O curso de Administração é tão procurado porque sempre existe lugar para esse profissional no mercado. O administrador está em praticamente todos os lugares, desde empresas privadas até organizações públicas – sem contar o preparo que esse curso fornece para quem deseja empreender.

Uma das funções do administrador é definir estratégias e gerenciar organizações, criando políticas internas, traçando metas e analisando os resultados obtidos a partir das estratégias adotadas.

O curso superior de Administração tem duração média de quatro anos. O início da formação é voltado para disciplinas de formação básica, como Matemática, Direito, Estatística, etc. A partir do terceiro ano, começam as matérias mais específicas para quem vai atuar na gestão empresarial, como é o caso de Logística, Marketing, Finanças, entre outras disciplinas.

Formação para advogados: como é o curso de Direito?

A graduação em Direito também está na lista das formações universitárias mais procuradas do mercado. Se sua escolha for pelo curso de Direito, saiba que você irá estudar as leis vigentes no país com o objetivo de organizar as relações entre indivíduos e grupos da sociedade.

Entre os pontos de atratividade desse curso está o fato de que um bacharel em Direito pode atuar em diferentes áreas. Apesar disso, existem basicamente duas carreiras específicas para seguir. Depois de formado, você poderá atuar como advogado ou seguir uma carreira jurídica.

Para ser advogado, além do curso de Direito, o estudante precisa passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para seguir carreira jurídica (juiz, promotor ou delegado), é preciso prestar concurso público.

O curso de Direito tem, em média, cinco anos de duração, e enfatiza as Ciências Humanas. Os primeiros anos do curso são teóricos, abrangendo disciplinas como Português, Teoria do Estado, Economia e matérias específicas como Direito Civil, Direito Constitucional, Direito Penal, entre outras.  

Carreira no magistério: como é o curso de Pedagogia?

Se você gosta de ensinar e de ter contato com crianças, o curso de Pedagogia pode ser uma boa pedida para você. O pedagogo entende os princípios e métodos de ensino e da administração de escolas, além de ser especialista na condução de assuntos educacionais. Por isso, ele atua, basicamente, para garantir a qualidade da educação em uma instituição de ensino.

Com a formação que recebe nesse curso de graduação, o profissional da Pedagogia pode trabalhar como professor ou como administrador. Nesse último caso, ele poderá tanto gerenciar e supervisionar o ensino quanto orientar os professores e alunos e ensinar em sala de aula.  

Durante o curso de Pedagogia, o aluno terá uma carga maior de aulas na área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, além de metodologias específicas. O curso tem duração média de quatro anos.

Foco nas pessoas: como é o curso de Psicologia?

O curso de Psicologia forma profissionais que estudam fenômenos psíquicos e o comportamento do ser humano, analisando suas emoções e ideias. O psicólogo é quem diagnostica, previne e trata doenças mentais ou distúrbios emocionais e de personalidade.

Por ter essa função, o profissional da área é alguém que observa e analisa as pessoas, suas atitudes e sentimentos. Ele pode atuar tanto em consultórios quanto em hospitais e instituições de saúde. Nesses locais, o psicólogo contribui para a recuperação da saúde psicológica dos seus pacientes. Outros campos de atuação para este profissional são as escolas, onde ele pode trabalhar junto com a orientação educacional.

Para exercer essa profissão é preciso ter o registro do Conselho Regional de Psicologia. A graduação de Psicologia tem duração média de cinco anos e aborda diversas áreas como Psicologia Clínica, Psicologia Social, Psicologia Escolar, etc. A realização de estágios é obrigatória.

Formação na área da saúde: como é o curso de Enfermagem?

O enfermeiro é o profissional que se dedica a promover, manter e reestabelecer a saúde das pessoas. Ele trabalha diretamente com outros profissionais para atingir esse objetivo, incluindo médicos e até os psicólogos que citamos acima.

O enfermeiro é indispensável em hospitais, mas trabalha também em clínicas e faz atendimentos domiciliares, além de reunir dados sobre o estado de saúde das pessoas que precisam de atendimento médico.

De acordo com um estudo feito pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), a Enfermagem é composta por um quadro formado 80% por técnicos e auxiliares e 20% por enfermeiros com nível superior. As mulheres predominam entre os profissionais da área no Brasil, representando cerca de 85% das pessoas que atuam com Enfermagem.

No curso de Enfermagem são ministradas disciplinas como Ciências Biológicas, Administração e Psicologia. A partir do segundo ano do curso, o aluno já começa a atender pacientes e a cuidar de enfermarias. O curso tem duração média de quatro anos.

Manipulação de medicamentos e alimentos: como é o curso de Farmácia?

Ainda na área da saúde, vamos falar agora sobre o curso de Farmácia. O farmacêutico é o profissional que estuda a composição de medicamentos, cosméticos e alimentos industrializados, além de orientar no processo de fabricação desses itens.

Pesquisas e testes de substâncias que entram na composição de remédios, cosméticos, alimentos e produtos de higiene pessoal também fazem parte do dia a dia de um farmacêutico. Quem é formado nessa área pode trabalhar em laboratórios de análises clínicas e em farmácias – vale lembrar que toda farmácia precisa de um profissional farmacêutico.

Durante o curso de Farmácia, o estudante terá que focar a sua atenção em disciplinas das áreas de Biologia, Física e Química, tendo acesso também a disciplinas profissionalizantes como Toxicologia e Tecnologia Farmacêutica e de Cosméticos. O curso tem duração média de cinco anos.

Além dos cursos presenciais, as opções oferecidas pela faculdade a distância

O teste vocacional vai ajudá-lo a escolher a melhor área de atuação para você, ou seja, aquela que mais se encaixa com o seu perfil. No entanto, é preciso também pensar na forma com que você quer estudar. Existe a faculdade a distância e também os cursos presenciais, cada um com seu próprio benefício, dependendo do que mais se encaixa com o perfil do aluno.

A faculdade a distância é a escolha perfeita para quem precisa e quer estudar, porém não tem tempo para seguir o ritmo de um curso presencial. O aluno que opta por uma faculdade a distância tem horários flexíveis para estudar, tendo acesso irrestrito ao conteúdo que é ensinado durante o curso.

Por terem essas características, os cursos EaD têm ajudado milhares de pessoas a realizarem o sonho de fazer um curso superior. Muitos não conseguiriam conciliar o horário do trabalho com o horário da faculdade, mas com a modalidade de ensino EaD viram ser possível estudar de forma mais livre e concluir uma graduação.

Todavia, é preciso lembrar que, mesmo sem um ambiente físico, a faculdade a distância exige comprometimento. Caso você opte por essa modalidade de ensino, você deve saber que também terá que fazer trabalhos e provas, assim como em um curso tradicional, além de precisar de notas mínimas para não reprovar nas disciplinas que fazem parte da sua graduação.

Assim, tanto a faculdade a distância quanto os cursos presenciais precisam de foco e amor pela área escolhida. Por isso o teste vocacional é tão importante – para que o aluno não escolha um curso apenas porque a família ou os amigos acham que aquele determinado curso é bom e dará para ele uma carreira de prestígio.

Escolher um curso superior é um desafio que pode ser superado com a ajuda certa. Escolha fazer nos próximos anos aquilo que irá deixá-lo feliz e realizado. Pense no profissional que você quer ser e busque a área que poderá proporcionar isso.

Além de escolher o seu curso de graduação corretamente, procure uma faculdade séria e que seja comprometida com o ensino. Pense que isso vai influenciar diretamente no profissional que você irá se tornar.

Por fim, da mesma maneira que você toma muito cuidado ao escolher um curso superior, tenha cuidado também ao escolher uma faculdade. Afinal, é com ela que você vai passar os próximos anos da sua vida. Com o apoio dessa instituição, você irá estudar e se tornar um profissional mais preparado para o mercado de trabalho.

Aproveite essa fase de escolha para entender que, mesmo com a opinião de muitos ao seu redor, o que importa realmente é o que você quer. Afinal de contas, é você que vai seguir a carreira escolhida e é sua a responsabilidade de ser o melhor profissional que você puder na profissão que você escolheu seguir.